Lá Fora

Cheiro a laranja vai ser lançado para acalmar multidões

Cheiro a laranja vai ser lançado para acalmar multidões

As autoridades de Eindhoven preparam-se para adotar nesta primavera mais uma medida inédita, que visa reforçar a segurança na Stratumseind, uma das principais ruas de diversão noturna daquela cidade do Sul da Holanda.

Na Stratumseind já existem câmaras de vigilância, equipadas com microfones, que captam imagem e som, para controlar as multidões, vai ser lançado artificialmente um aroma a laranja, com o objetivo de "acalmar os noctívagos" e, simultaneamente, "tornar o local mais seguro", de acordo com os autores do projeto.

As noites de sábado são as mais concorridas na Stratumseind, com os bares lotados, a música em altos decibéis e jovens embriagados. À medida que a noite avança, o chão vai ficando cheio de garrafas vazias, latas de bebidas energéticas, beatas e vidros. Controlar os excessos é o objetivo da tecnologia ali instalada. As lâmpadas foram equipadas com wifi-trackers, câmaras e 64 microfones. Estes equipamentos podem detetar comportamentos agressivos e alertar as autoridades para qualquer desordem.

O problema que se levanta é que nem todos entendem estas medidas como reforço da segurança, havendo quem aponte falhas ao nível da privacidade dos cidadãos. De acordo com a lei holandesa de proteção de dados pessoais, as pessoas devem ser notificadas antes da recolha de dados e o objetivo deve ser especificado - mas em Stratumseind, como em muitas outras "cidades inteligentes", este não é o caso.

Peter van de Crommert, gerente de projetos do Instituto Holandês de Tecnologia, Segurança, diz que os visitantes não precisam se preocupar com sua privacidade. "Os dados são sobre multidões, não sobre indivíduos", salienta. "Queremos uma vida noturna segura, mas não um soldado em cada esquina da rua", resume o responsável, acrescentando que o "objetivo é ajudar os notívagos". v