O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Cidades do Interior à espera de outro verão em pleno

Cidades do Interior à espera de outro verão em pleno

A tendência do ano passado mantém-se. Devido à pandemia, muitos portugueses preferem passar dias de férias longe das praias da costa e de grandes centros populacionais. Há quem vá pela primeira vez, enquanto outros são repetentes. Apesar de muitos preferirem o alojamento local, a dinâmica gerada beneficia a economia das cidades em volta.

Rita Serra e Tiago Muchacho tinham pensado em "ir passar uns dias de férias à Suíça e a outros países". Mas este verão, que até se adivinhava menos ameaçado pelo vírus da covid-19, deixou de se prometer tranquilo e aconselhou o casal de namorados de Cascais a ficar por cá. O do ano passado encaminhou-os para o Gerês. "Foi a forma que encontrámos para fugir às enchentes", contam.

Calhou que a tia de Rita, Graça Sousa, que vive em Lisboa há 53 anos, ainda conserva casa em Alvações do Tanha, Peso da Régua, para terem a necessidade de alojamento resolvida. Sobrou mais dinheiro para passearem pelos concelhos transmontanos e durienses em busca de paisagens de cortar a respiração, monumentos cheios de história e gastronomia de comer e chorar por mais.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG