Exclusivo

Cidades portuguesas são as preferidas dos nómadas digitais

Cidades portuguesas são as preferidas dos nómadas digitais

Portugal é o destino de cada vez mais estrangeiros altamente qualificados que trabalham remotamente. Muitos escolhem Lisboa ou outros "spots" lusos como "base", devido às autorizações de residência, ao bom clima, ao domínio razoável da língua inglesa pela população local, ou pelos benefícios fiscais. Já há projetos a nascer totalmente vocacionados para estas comunidades.

Lisboa é "o melhor spot para nómadas digitais neste momento". Sean Tierney, um norte-americano de 46 anos que já passou por 42 países, não hesita em atribuir o rótulo à capital lusa, local onde se fixou há alguns anos. É um dos coorganizadores de um site da comunidade nómada lisboeta, "a maior do Mundo", com 13 500 membros, e do NomadPodcast.com.

Não é o único a sublinhar a importância que Portugal, e em particular a capital, está a assumir para estes profissionais qualificados que trabalham remotamente e viajam Mundo fora. O portal de viagens Momondo considerou Portugal como o melhor país para nómadas digitais e outros profissionais que trabalham remotamente, num ranking que analisou categorias como teletrabalho, lazer, saúde e segurança, em 111 destinos. Para a atribuição, divulgada no mês passado, contou também o clima e domínio da língua inglesa por parte dos residentes. E, claro, o visto que facilita a estada a trabalhadores viajantes.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG