O Jogo ao Vivo

Sociedade Civil

Formar miúdos para serem atletas graúdos

Formar miúdos para serem atletas graúdos

Treinar com convicção para chegar mais longe, ser mais forte ou alcançar mais objetivos. No Núcleo de Atletismo de Vila Real (NAVR) leva-se a coisa a sério há cerca de 18 anos. Sejam graúdos ou miúdos, encontra-se ali a motivação para começar ou continuar a ser atleta.

Como João Santos que foi experimentar as corridas com 6 anos e ainda hoje, com 16, lá anda. "Vim com a minha irmã ver como era, gostei e fiquei. Sinto-me bem a praticar desporto e a arrecadar medalhas", diz, antes de mais um treino na pista de atletismo da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD).

É por lá que se demora muito tempo Carlos Valente, o presidente do NAVR, antigo atleta de corridas de meio-fundo, fundo, meias maratonas e maratonas. Hoje ainda pratica, mas com menos fulgor imposto pelos 48 anos "bem feitos", 41 dos quais a correr. Mas ainda assim levanta-se diariamente às cinco da manhã para ir "queimar sapatilhas". Ele e os outros que o acompanham nesta paixão.

A estas horas não vão os meninos que aprendem no NAVR a ser atletas, uns 30 entre eles e elas. Elas, que, por acaso, estão em maioria nas inscrições para este novo ano de atividades.

"Em sete novos inscritos, cinco são meninas", salienta Carlos Valente. Vão ao fim da tarde para as instalações da UTAD ganhar gosto pelo desporto e pelo atletismo em particular - "80% ficam nesta modalidade".

Esta também é uma forma de crescerem mais saudáveis, afastados durante umas horas de computadores e tablets, como é costume da maioria das crianças de hoje. "Esse é o nosso grande objetivo. Tirá-los do computador e pô-los a praticar alguma coisa já é uma vitória".

PUB

O presidente da coletividade orgulha-se deste serviço prestado, porque é uma forma de "contribuir para formação dos mais jovens". E é também por causa disso que a Câmara Municipal de Vila Real apoia o NAVR, tal como também o faz a UTAD. São ainda celebrados protocolos com clínicas, para tratamentos e massagens, bem como com outras instituições da cidade.

Nascido em 2 de outubro 2000, em Constantim, nos arredores da cidade de Vila Real, embora com outra designação, o Núcleo tem atualmente mais de meia centena de praticantes, com idades a partir dos cinco anos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG