O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Inteligência artificial para melhorar acessos nas cidades

Inteligência artificial para melhorar acessos nas cidades

Uma equipa de investigadores associados ao Centro Algoritmi e ao Departamento de Informática da Escola de Engenharia da Universidade do Minho, em Braga, está a utilizar técnicas de inteligência artificial para ajudar pessoas com deficiência a enfrentarem diferentes obstáculos do dia-a-dia, nomeadamente no que toca a acessibilidades nas ruas, estradas, instituições ou espaços culturais

O trabalho, que inclui preocupações sociais como acesso ao emprego ou apoio escolar, faz parte do projeto europeu "Risewise", que junta mais cinco academias e organizações não governamentais de Espanha, Itália, Turquia, Suécia e Áustria.

Através da experiência adquirida com o intercâmbio entre investigadores, especialistas em inovação tecnológica e profissionais de organizações do espaço europeu, o projeto permitiu identificar um conjunto de boas práticas que poderão ser replicadas ou adaptadas a cada país envolvido. Segundo Paulo Novais, investigador do Centro Algoritmi, o projeto que está agora a terminar, após quatro anos de trabalho, "esteve sustentado em missões, em vivências noutras instituições, obrigando as academias a irem ao terreno".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG