A Placa da Minha Rua

A praça de Hugo Chavez na Amadora

A praça de Hugo Chavez na Amadora

O nome de Hugo Chavez deu visibilidade a uma rotunda na Amadora, que, de outra forma, seria apenas mais um acesso às grandes superfícies comerciais da zona como o Jumbo e o IKEA, Leroy Merlin ou Decathlon e também à zona industrial. A polémica mantém-se até hoje

Este é um dos locais mais movimentados da Área Metropolitana de Lisboa, pela sua localização, mas, na verdade, muitos passam por ali sem se aperceberem do nome da praça, apesar das três placas de pedra com o nome do ex-governante sul-americano.

Inaugurada em 2016, depois do nome ter sido aprovado pela comissão de toponímia da Amadora, a Praça Hugo Chavez esteve na origem da polémica levantada na ocasião pelo CDS e também por muitos populares nas redes sociais.

Argumentou então o executivo municipal, liderado por Carla Tavares (PS), que a atribuição do nome de Hugo Chavez aquela praça de Alfragide foi aprovada pela comissão de toponímia, onde estão representadas todas as forças políticas com assento na Câmara.

A praça fica à saída da A5 e da CREL, a meio da Estrada do Zambujal, e dá acesso ao bairro social com o mesmo nome.

Mas a maioria dos que ali passam nem sequer são residentes na Amadora. Só que Hugo Chavez, presidente da Venezuela entre 1999 e 2013, ano da sua morte, nunca foi uma figura unânime. Muitos não entendem, por isso, a atribuição do seu nome a uma praça da cidade, com a qual nunca teve qualquer ligação.

ver mais vídeos