Lá Fora

Há ruas de Madrid onde só se dorme de capacete

Há ruas de Madrid onde só se dorme de capacete

De madrugada, moradores da zona de bares de Malasaña, na zona central de Madrid, estão sujeitos a níveis de ruído próprios de uma zona industrial.

Os níveis de ruído na zona de bares do centro de Madrid - nos bairros de Malasaña, Chueca, La Latina, Salesas e Las Letras - ultrapassam largamente os limites máximos permitidos por lei, denunciam os moradores através da plataforma SOS Malasaña, depois de três famílias terem instalado medidores de ruído nas suas varandas. Os registos revelam valores próximos de um nível industrial e, segundo Jordi Gordon, porta- -voz do movimento cívico, perante os dados recolhidos, "os moradores seriam obrigados a usar capacetes de obras".

Segundo os relatos dos moradores, quem vive nestas zonas de lazer é obrigado a suportar mais de 70 decibéis até às primeiras horas da manhã, altura em que na maior parte da capital espanhola o ruído cai abaixo de 55 decibéis, nível considerado ideal para descanso.

Mas, durante as medições efetuadas no final do ano passado, alguns dos aparelhos registaram picos acima dos 90 decibéis.

Os três equipamentos foram doados pela empresa Blue Noise de Valência e permitiram confirmar que naquela zona da cidade o ruído só cai abaixo dos 55 decibéis a partir das 7 da manhã".

Entre os moradores, a principal razão para explicar este desassossego está bem identificada: o "botellon" (consumo indiscriminado e excessivo de álcool na rua).

A publicação "Malasaña Online" exemplifica com os números revelados sobre a atuação da Polícia em quatro fins de semana de fiscalização: houve 1147 pessoas multadas por consumo de álcool na via pública e 328 por venda ambulante de bebidas sem autorização. Só num dia, houve ainda 25 indivíduos identificados por urinar em passeios e 12 por posse de droga.

Este cenário traduz, no entanto, apenas a realidade de uma zona específica da capital espanhola, até porque, no global, Madrid nem sequer lidera a tabela das cidades mais ruidosas do país vizinho, posição ocupada por Barcelona.

De acordo com um estudo da Mimi Hearing Technologies, Istambul, na Turquia, é a cidade europeia mais barulhenta, seguida por Barcelona (Espanha) e Paris (França). Madrid ocupa a sétima posição