Premium

Portugal exporta casas do futuro para o Mundo

Portugal exporta casas do futuro para o Mundo

Na semana em que o país entrou para a história ao conseguir o preço de energia solar mais baixo a nível mundial, um projeto inovador salta à vista: uma casa que gira à volta do sol e permite ganhos energéticos significativos faz furor e será exportada para vários continentes

A ideia nasceu em 2010 e foi acarinhada pelo projeto Lidera, da Universidade do Porto, que viu inovação e arrojo futurista no plano do arquiteto Manuel Vieira Lopes: uma casa que, tal como um girassol, se move autonomamente para encontrar o sol e, assim, garante fontes alternativas de energia limpa e amiga do ambiente a qualquer hora do dia.

O projeto foi amadurecendo, ganhou espírito de crescimento e transformou-se em marca própria: Casas em Movimento. Quase dez anos após o primeiro esboço, parte agora à conquista do Mundo. Mais propriamente desde Matosinhos, onde um protótipo fiel destes exemplares pode ser admirado desde 2017, no cruzamento das ruas de Goa e de Alfredo Cunha, a poucos metros do edifício da Câmara Municipal.