Lá Fora

Sagrada Família vai finalmente ser concluída

Sagrada Família vai finalmente ser concluída

Catedral icónica de Barcelona recebeu licença de construção, 137 anos depois de ter sido lançada a primeira pedra, e vai finalmente concluir as obras. O objetivo é ter tudo concluído em 2026, ano em que se comemora o centenário da morte de Antoni Gaudí, o arquiteto que desenhou o projeto.

Mais de um século depois de ter visto ser lançada a sua primeira pedra, em 1882, a Sagrada Família, a catedral imaginada pelo arquiteto catalão Antoni Gaudí, recebeu luz verde da Câmara de Barcelona para concluir as obras. Este é um dos mais icónicos monumentos da cidade condal, que, apesar de incompleto, recebe anualmente cerca de 4,5 milhões de visitantes.

Apesar de toda a sua imponência, aquele templo andou décadas a fio a ser construído de forma ilegal, uma vez que não havia qualquer documento que autorizasse a sua construção.

Segundo a Junta Constructora del Temple Expiatori de la Sagrada Familia - a fundação encarregada da construção -, Gaudí terá solicitado a permissão de trabalho em 1885 ao município de Sant Martí - uma cidade entretanto absorvida por Barcelona - mas nunca recebeu uma resposta.

Para resolver este problema, a Câmara Municipal de Barcelona aprovou, há cerca de uma semana, a concessão da licença de construção por 4,6 milhões de euros.

A permissão concedida à fundação responsável pela construção da basílica contempla a conclusão dos trabalhos em 2026, ano em que se comemora o centenário da morte de Gaudí.

A licença agora emitida prevê uma altura máxima de 172 metros e um orçamento de 374 milhões de euros.

Por outro lado, nas negociações, em outubro passado, a Autarquia também acordou o pagamento adicional de 36 milhões de euros pela fundação para contribuir para a melhoria do urbanismo, mobilidade e limpeza do monumento.

O projeto de Gaudí inclui três fachadas grandiosas: a da Natividade, finalizada pelo próprio artista em vida, a da Paixão, a qual foi iniciada em 1952, e a da Glória, ainda em construção. Quando toda a obra estiver concluída, a Sagrada Família terá 18 torres, dispostas entre as três entradas.

Por ano, além de receber mais de 4,5 milhões de visitantes, a Sagrada Família celebra mais de 20 eventos culturais e 60 missas, e trabalha em mais de 25 frentes de obra diferentes.

A construção é financiada exclusivamente pelos donativos dos fiéis e receitas de bilheteira.