Exclusivo

"Letras de Braga" preserva paisagem visual da cidade

"Letras de Braga" preserva paisagem visual da cidade

Letreiros antigos que anunciam farmácias, bancos, lojas de eletrodomésticos, cafés, fábricas, espaços culturais, residências ou até companhias de seguros. Para Nuno Dias, designer gráfico de 39 anos, há beleza e história nas palavras que se encontram cravadas em tantas fachadas das ruas da cidade. Por isso, em 2016, lançou o projeto "Letras de Braga".

O "Letras de Braga" nasceu com o objetivo de catalogar e documentar todo o património visual, inspirado noutros projetos que já existem no país e no estrangeiro.

O livro da designer italiana Louise Fili, "Graphique de la rue: the signs of Paris", foi o ponto de partida para começar a aventura. "A obra tinha somente fotos de letreiros de Paris, tudo focado na tipografia e elementos gráficos", refere Nuno Dias, para explicar o início do projeto, que arrancou nas redes sociais, mas sempre com a ambição de, mais tarde, se materializar num livro, algo que espera que aconteça em breve.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG