Exclusivo

"No Porto, há faixas de BUS mal feitas"

"No Porto, há faixas de BUS mal feitas"

Profissional da STCP aponta o excesso de trânsito como causa da lentidão dos transportes. Garante que o mais positivo é poder deslumbrar-se todos os dias com a "linda cidade que é o Porto", mas diz que o excesso de trânsito continua a ser um problema, aliado "à falta de respeito de alguns utentes e automobilistas".

Cristiano Sousa tem apenas 32 anos mas um currículo experiente como motorista de transportes públicos. Natural do Porto, foi em Lisboa que se iniciou na atividade, ao serviço da Rodoviária, tinha 21 anos. Calhou-lhe em sorte o percurso do 21, entre o Campo Grande e Caneças.

Foi o início de uma aventura feliz que jamais imaginou abraçar. "Aprendi muito em Lisboa. Existem vários problemas, como a segurança dos profissionais. Felizmente, nunca passei por nenhum, embora conheça colegas que foram assaltados ou agredidos. Mas, em termos de mobilidade, é uma experiência excelente para um motorista de autocarro", classifica.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG