O Jogo ao Vivo

Premium

O regresso tímido da movida no Porto e em Lisboa

O regresso tímido da movida no Porto e em Lisboa

A noite das duas principais cidades mudou de forma radical. Muito menos gente nas ruas e mais sossego para os moradores das zonas que eram de azáfama. Proprietários reconverteram espaços e aproveitam esplanadas para atrair alguma clientela, tentando minorar os enormes prejuízos acumulados.

Não é o deserto, mas quase. A noite de Porto e de Lisboa tem pouca gente, mas começa aos poucos a sair da sombra da pandemia e a tentar recuperar dos meses de confinamento absoluto. O recurso às esplanadas tem sido o expediente usado por vários empresários. Na semana em que o Governo criou novas regras para bares e discotecas, fomos sair à noite nas duas maiores cidades do país. Na Invicta, a animação consegue ser maior, porém, a milhas dos tempos em que as ruas da Baixa estavam inundadas de gente de copo na mão.

Com a pista de dança vazia, os bares do Porto reinventam formas para conseguir manter aceso o espírito da movida. No "É Prá Poncha", que fica em plena Rua das Galerias de Paris, apenas os funcionários ficam no interior do bar. Mas nem por isso deixou de haver animação. É que a noite está muito diferente, mas ali mantém-se a figura do DJ, que agora põe música de dentro do bar para os clientes que estão na esplanada.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG