Exclusivo

Pelos "Caminhos de amor" Mariana dá apoio aos sem-abrigo do Porto

Pelos "Caminhos de amor" Mariana dá apoio aos sem-abrigo do Porto

Há mais de dez anos que, pontualmente, Mariana Castro Moura, de 46 anos, ajudava as pessoas em situação de sem-abrigo, no Porto, mas foi a pandemia que a fez sair para a rua numa altura em que o país estava fechado em casa. Com um trólei de compras, cheio de mantimentos, começou a distribuir comida a quem dorme nos bancos de jardim, em tendas e em locais problemáticos em termos de segurança devido ao tráfico de droga.

Quando a pandemia chegou, Mariana Castro Moura não teve medo do vírus e a primeira coisa em que pensou foi em intervir. Desta forma, fez agora dois anos, nasceram os "Caminhos de amor" de apoio aos mais desfavorecidos.

"Inicialmente, comecei a ir para a rua dar de comer às pessoas de domingo a domingo. Assim que abriram gradualmente as coisas, comecei a espaçar e a sair só de segunda a sexta", conta Mariana. O que a motivou? "Sou assim por natureza, gosto de auxiliar as pessoas e isto acabou por ser o culminar de algo que sempre quis fazer, mas não conseguia porque estava ali presa na loja, não tinha tempo. Se calhar, tinha, mas pensava que, não porque agora tenho tempo para tudo", acrescenta.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG