Exclusivo

Quando os animais também são cuidadores das cidades

Quando os animais também são cuidadores das cidades

Ovelhas a controlar a vegetação em Lisboa, águias a afastar gaivotas e pombos em aeroportos e espaços comerciais, morcegos a evitar que os insetos devorem livros em bibliotecas ancestrais. Estão a crescer as soluções baseadas em animais para ultrapassar dificuldades nas zonas urbanas.

Em Lisboa, até há um par de meses, era possível ver ovelhas no Parque da Bela Vista. Estranho? Tratou-se de um teste preliminar, no âmbito do projeto LIFE LUNGS, cofinanciado entre a Autarquia da capital e o programa LIFE da União Europeia, para controlo não mecânico de vegetação. Cerca de duas dezenas de animais da Quinta Pedagógica pastaram em áreas de prado de sequeiro biodiverso, semeado no âmbito do projeto por, entre outras características, necessitar de menos água.

A experiência permitiu recolher informação sobre a operacionalização institucional do uso de rebanhos para controlo não mecânico de vegetação e outros desafios que o recurso a animais pode acarretar num ambiente citadino. Atualmente decorre a fase de análise de resultados e reflexão.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG