Exclusivo

Recupera receitas de bolos já esquecidos

Recupera receitas de bolos já esquecidos

Paulo Sousa abriu loja no Convento do Pópulo com doces conventuais que não se veem noutras montras espalhadas pela cidade de Braga.

Nos tempos em que frequentava a quarta classe, Paulo Sousa costumava responder: "Quando for grande, quero ser pasteleiro". Do papel passou à prática e, aos 11 anos, saiu de Almada para viver em Braga, com uma avó. Primeiro, na cozinha do Hotel Turismo e, depois, na pastelaria Lusitana, onde esteve 35 anos, aprendeu a arte até abrir o primeiro negócio, há oito anos: o Mundo das Tíbias. Seria apenas o primeiro passo até concretizar o sonho, no início do mês, de ter uma loja de doces conventuais, situada no Convento do Pópulo.

A tecnologia costuma ser um dos motores de negócios empreendedores, mas, neste caso, Paulo Sousa diz que o que diferencia a Doçaria do Convento é não usar a maquinaria e produtos pré-confecionados e ter uma equipa que põe as mãos na massa. Tudo se faz a partir de apenas quatro ingredientes - açúcar, ovos, sal e amêndoa - como noutros tempos. "Temos muitos bolos esquecidos na cidade de Braga, como a bolacha sablé. Queremos voltar a trazê-la", afirma o empresário, sublinhando que tem "uma bíblia de receitas antigas" que vai confecionar e trazer para a montra da pequena loja, com portas viradas para a escultura que evoca Francisco Salgado Zenha.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG