Sociedade Civil

Solidariedade em Fafe montada em duas rodas

Solidariedade em Fafe montada em duas rodas

Não há iniciativa solidária na região que não conte com a participação deste grupo de amigos motards. Os Asfalto Friends, de Fafe, juntaram-se em 2012 para unir um grupo de amigos apaixonados pelas motos e puderem dar umas voltas de forma mais organizada.

Depois da fundação, surgiram os convites para uma e outra iniciativa solidária e nunca mais pararam. "Estamos sempre disponíveis para ajudar", disse, ao JN, Fernanda Mendes, recentemente eleita presidente daquele clube de Fafe.

No antigo mercado municipal têm a sede onde se reúnem amiúde e onde é possível ver gente de todas as idades. "Aqui encontram-se os avós, os filhos e os netos. Há muito a ideia dos motards, feios, porcos e maus, mas aqui, não. É um grupo familiar", caracteriza Fernanda, sublinhando a diferença que os Asfalto Friends querem introduzir no seio do mundo motard. São cerca de 100 elementos que protagonizam um "espírito diferente".

Já arrecadaram milhares de euros para pessoas a quem o infortúnio da vida bateu à porta, doações a crianças necessitadas e recolha de bens para o canil municipal. Conseguem, além dos motards fafenses, cativar muitos outros de concelhos vizinhos.

Além desta vertente solidária que é reconhecida pela sociedade, pugnam por uma inclusão efetiva de mulheres num ambiente que é maioritariamente masculino.

"É dos clubes que mais mulheres têm e estão outras para entrar. Há muita gente que pensa que este não é mundo de mulheres mas cada vez há mais e damos outro colorido a estes clubes", explica Fernanda Mendes, que assume ser "a primeira mulher presidente de um clube motard".

Eleita em julho, a nova direção está apostada em dar continuidade ao trabalho que é desenvolvido desde 2012 mas, também, "tentar fazer coisas novas". Um dos objetivos a médio prazo passa pela organização "de uma concentração motard e ter um plano de atividades que preencha mais o ano. Mas uma concentração diferente, com as famílias, em contacto com a natureza e Fafe tem condições para isso", assegura.

Dar a conhecer os encantos de Fafe através das duas rodas é igualmente um dos desígnios deste clube que está aberto a todos.

"Tanto vale ter uma grande moto como uma trotineta,...todos podem vir", convida Fernanda, abrindo as portas da sede na Praça das Comunidades para um são convívio e com algo em comum: as motos