Exclusivo

Trovador, o café da Feira onde a televisão não tem lugar

Trovador, o café da Feira onde a televisão não tem lugar

No Café Trovador, em Santa Maria da Feira, não há televisão, o mobiliário tem décadas e a doçaria segue as receitas originais. É assim há 50 anos e é um sucesso. Entre a eclética clientela, "há pessoas ligadas à cultura, futebol, política e artes", acrescenta.

É uma casa emblemática da cidade, granjeando notoriedade pelas suas afamadas fogaças e por ser uma referência para quem pretende tomar descontraidamente o café, acompanhado das pequenas tertúlias de momento, entre amigos ou família, sem necessidade de aumentar o tom da voz para abafar decibéis incómodos, característicos de outros locais.

Serafim Costa e Ramiro Luís são os atuais gerentes do Trovador, espaço que passou por três diferentes gerências que souberam manter, como traço comum, a aposta em alguns pormenores que acabariam por resultar na "imagem de marca" deste singular café.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG