Exclusivo

Estado gastou quatro milhões de euros no medicamento que trata a bebé Matilde

Estado gastou quatro milhões de euros no medicamento que trata a bebé Matilde

Tratamento para atrofia muscular espinal foi dos que mais aumentaram a despesa dos hospitais até março de 2021. Nas farmácias, as vendas estão a baixar.

O zolgensma (nome comercial para a substância onasemnogene abeparvovec), usado para tratar a atrofia muscular espinal, foi um dos medicamentos com maior aumento na despesa dos hospitais no primeiro trimestre deste ano. Trata-se do medicamento que a bebé Matilde e outras crianças tomaram para tentar minimizar os efeitos da doença. Foram gastos 4,1 milhões de euros.

Recorde-se que em 2019 os pais da menina, que fez dois anos em abril, lançaram uma angariação de fundos para comprar o medicamento, que ainda não era administrado em Portugal. Entretanto, as autoridades de saúde emitiram uma autorização especial (Programa de Acesso Precoce [PAP] a medicamento) para que o fármaco pudesse ser dado.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG