Saúde

Estado quer hospitais a cobrar por doentes que são abandonados

Estado quer hospitais a cobrar por doentes que são abandonados

Todos os dias há mil pessoas com alta clínica, mas que não têm para onde ir. Fim de taxas moderadoras em consultas programadas custa quase 30 milhões.

Os hospitais do Serviço Nacional de Saúde (SNS) gastam cem milhões/ano com as mais de mil pessoas por dia que têm alta clínica, mas continuam internadas por falta de respostas sociais. Há muito que o problema é denunciado pelos hospitais e, agora, o Ministério da Saúde quer encontrar um "modelo de responsabilidade financeira" por estes internados.

A medida está prevista no Orçamento do Estado para 2020. Ao JN, o gabinete de Marta Temido disse ser ainda "prematuro avançar" detalhes, mas adiantou estar a trabalhar com o Ministério da Segurança Social para "uma melhor articulação de respostas. (...) Este será um trabalho a desenvolver ao longo do ano de 2020".

Ler mais na edição impressa ou na versão e-paper

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG