Exclusivo

Estrangeiros caçam informáticos nas empresas portuguesas

Estrangeiros caçam informáticos nas empresas portuguesas

Estrangeiros ávidos por portugueses para teletrabalho. Propostas triplicam salário e deixam firmas nacionais sem talentos.

O problema não é recente, mas agravou-se muito com a globalização do teletrabalho decorrente da pandemia. Há cada vez mais engenheiros informáticos a trabalhar a partir de Portugal para empresas estrangeiras que chegam a pagar o triplo do salário, o que reduz a competitividade das tecnológicas portuguesas, que não conseguem acompanhar os níveis salariais das potências europeias. Os centros de investigação também não têm capacidade para segurar os talentos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG