Exclusivo

Estudantes dos 1.º, 5.º e 10.º ano arriscam não ter computadores no início das aulas

Estudantes dos 1.º, 5.º e 10.º ano arriscam não ter computadores no início das aulas

Escolas garantem estar sem meios humanos para preparar as 300 mil máquinas devolvidas.

No início do próximo ano letivo, poderá haver alunos do 1.º, do 5.º e do 10.º anos sem computador emprestado pelo Estado. As escolas estão a receber centenas ou milhares de máquinas, devolvidas por alunos que terminam um ciclo de estudos e por professores, e veem-se a braços com a falta de técnicos de informática capazes de as preparar antes do próximo ano letivo. O Ministério da Educação lembra que, em março, as escolas puderam contratar técnicos e podiam ter optado por informáticos.

No espaço de poucas semanas, as escolas terão que receber, verificar, formatar e instalar software em cerca de 300 mil máquinas. "Poderá haver escolas sem capacidade para preparar todos os computadores", admite Filinto Lima, presidente da Associação de Diretores (ANDAEP). Fernanda Ledesma, da Associação de Professores de Informática, subscreve: "É uma possibilidade real".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG