Secundário

Exame de Matemática "mais complexo do que o habitual"

Exame de Matemática "mais complexo do que o habitual"

O exame de Matemática A, realizado terça-feira, foi "mais complexo do que o habitual" e colocou os alunos "em desvantagem", considera a Sociedade Portuguesa de Matemática.

"O exame de 2021 considera-se mais complexo do que o habitual em qualquer exame dos últimos tempos. São tremendas as desigualdades provocadas, relativamente aos anos anteriores, tanto pela instabilidade na estrutura adotada, como pela subida do grau de complexidade das questões", aponta o Gabinete do Ensino Básico e Secundário da Sociedade Portuguesa de Matemática (SPM).

É que, apesar de considerar que a prova, realizada terça-feira, foi "equilibrada no que se refere à cobertura dos vários conteúdos programáticos", a SMP também refere que foi "extensa", com questões formuladas de uma forma "complexa" e capazes de suscitar "algumas dúvidas na interpretação".

"Comparando o grau de complexidade das provas da 1.ª fase do ano passado e a deste ano, há a salientar o facto de haver agora um maior número de questões de complexidade superior no grupo dos itens obrigatórios", constata ainda a SPM, referindo que alguns itens levava, a "cálculos muito fastidiosos e desnecessários", já outros "mais exigentes do que o habitual".

"É notória a diferença entre o nível de complexidade de algumas questões obrigatórias relativamente à simplicidade das únicas quatro obrigatórias do ano anterior", acrescenta.

Daí que, a SPM considere que "os alunos deste ano ficam em desvantagem relativamente aos do ano passado". "Pois além de terem uma prova mais complexa, atravessaram dois anos de instabilidade nas atividades escolares", justifica

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG