Ambiente

#exijoforadacaixa: Deco apela às marcas que reduzam embalagens

#exijoforadacaixa: Deco apela às marcas que reduzam embalagens

A Deco Proteste lançou uma nova campanha de sensibilização em que convida os portugueses a denunciar exemplos de produtos que estão duplamente embalados e cujas segundas embalagens seriam dispensáveis.

O objetivo é a Deco trabalhar junto das marcas a otimização do embalo. Para tal, criou uma página da ação #exijoforadacaixa onde as imagens podem ser partilhadas.

A organização da defesa do consumidor fez um exercício e adquiriu um cabaz com produtos das principais categorias compradas pelos portugueses e concluiu que se todas as famílias o comprassem pelo menos uma vez, seriam 1050 toneladas de embalagens desnecessárias - lixo que equivale ao peso de 175 elefantes.

A Deco Proteste apresenta alguns exemplos de produtos cujo sobre embalamento é desnecessário, como os desodorizantes, iogurtes, conservas ou pasta de dentes e revla que 86% das embalagens são em papel e cartão.

Segundo Elsa Agante, "team leader" de energia e sustentabilidade da Deco Proteste, citada em comunicado, é possível "reduzir os impactos ambientais associados aos produtos que compramos, se trabalharmos junto das marcas para que estas abandonem esta prática, e com o Governo para que o regule. Será também importante relembrar as marcas que as embalagens excessivamente grandes, que apenas servem para questões de marketing, devem ser abandonadas porque aumentam o impacto ambiental dos produtos".

O abandono do sobre embalamento desnecessário dos produtos pode também, segundo a organização, ter um contributo na diminuição do custo do produto para o consumidor final.

"Existem muitos produtos em que as segundas embalagens são completamente desnecessárias porque na verdade não são essenciais ao nível da preservação ou proteção dos produtos e exigem o consumo de mais recursos naturais e de energia na produção, transporte e distribuição, acabando por serem descartados, muitas vezes, mal chegamos a casa", garante Elsa Agante.

PUB

A Deco Proteste apresenta dez soluções para "mudar o mercado" tais como: "sempre que possível, eliminar o embalamento de frutas frescas e vegetais frescos, contribuindo para a redução dos resíduos e do desperdício", "eliminar a utilização de embalagens secundárias em produtos em que não há qualquer valor acrescentado", "banir progressivamente as embalagens que recorram ao uso de diferentes tipos de materiais".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG