Receita eletrónica

Falha informática dificulta venda de medicamentos em farmácias

Falha informática dificulta venda de medicamentos em farmácias

O serviço de receita eletrónica, que permite às farmácias acederem a prescrições de forma desmaterializada, esteve em baixo durante algumas horas durante esta segunda-feira.

Os Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS) confirmaram ao JN que houve "intermitência no funcionamento de um sistema de informação que é usado por outros sistemas, designadamente o de suporte à dispensa de receitas" durante a tarde.

A situação já foi regularizada e estas "dificuldades estão totalmente ultrapassadas", confirmou fonte oficial do SPMS. Apesar da falha informática, foi possível, até às 19.30 horas, emitir mais de meio milhão de embalagens de medicamentos.

"Foi necessário reiniciar o sistema" devido a uma atualização, processo que demorou alguns minutos e deixou o sistema em baixo. Neste momento, o sistema informático encontra-se a "funcionar na perfeição", disse ainda fonte oficial do SPMS.

A falha foi absolutamente excecional, acrescentou, mas, como interfere com um sistema "com maior procura", acaba por ser mais sentido pelos utentes e farmácias.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG