Exclusivo

Falsos recibos verdes e serviço doméstico com novo apoio até um ano

Falsos recibos verdes e serviço doméstico com novo apoio até um ano

O PCP vai abster-se no Orçamento do Estado (OE) após o Governo ter assumido vários compromissos, como alargar a prestação extraordinária até um ano, em vez de seis meses, para falsos recibos verdes e trabalhadores do serviço doméstico com regime mensal.

Além disso, como adiantou o JN, António Costa aceitou aumentar em janeiro todas as pensões mais baixas (até 658 euros) com mais 10 euros. Outra alteração é para alargar a outros setores o Suplemento de Insalubridade, Penosidade e Risco e que os trabalhadores das autarquias o recebam já em janeiro, tendo como referência os valores praticados na Câmara de Lisboa.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG