Exclusivo

Farmácias já têm listas de espera para autotestes

Farmácias já têm listas de espera para autotestes

Farmacêuticos alertam para portaria que abre porta à venda. Faltam ainda regras de notificação.
Fornecedores estão a entregar material sem que autoridades tenham definido os critérios. Análises rápidas à saliva não constam da estratégia da DGS, mas estão a ser comercializadas.

A possibilidade de comprar autotestes à covid-19 está a suscitar bastante procura, havendo farmácias que já estão a elaborar listas de encomendas para quando os puderem vender. A portaria do Ministério da Saúde, que possibilita a utilização de testes rápidos de antigénio (TRAg), entrou em vigor no sábado, mas falta uma circular conjunta das autoridades de saúde a definir os critérios necessários para a sua comercialização. Deverá ser conhecida na sexta-feira.

"Na sexta-feira saiu a portaria, no sábado houve logo muitas pessoas a perguntarem se o podiam fazer", até para encontros de família, revelou a presidente da Associação de Farmácias de Portugal (AFP), Manuela Pacheco. Porém, apontou muitas dúvidas em relação a este novo procedimento de diagnóstico que espera ver respondidas pela circular da Autoridade Nacional do Medicamento (Infarmed), Direção-Geral da Saúde (DGS) e Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG