Premium

Fatura da água mais cara contestada em concelhos do Douro

Fatura da água mais cara contestada em concelhos do Douro

Há queixas de aumentos até 10 vezes. Na Régua, Câmara assume metade da subida durante período que pode ir até cinco anos. Petição na Internet exige o fim da empresa Águas do Interior Norte.

Residentes em alguns concelhos do Douro foram surpreendidos por faturas de água, saneamento e resíduos com o dobro ou o triplo do valor para pagar. E até mais. A culpa é atribuída à entrada em funções da Águas do Interior Norte (AdIN), no início deste ano. Na Internet já corre uma petição pelo fim desta empresa que agrega os municípios de Vila Real, Santa Marta de Penaguião, Mesão Frio, Sabrosa, Murça e Peso da Régua (distrito de Vila Real), e Torre de Moncorvo e Freixo de Espada à Cinta (distrito de Bragança).

No Peso da Régua foi o Bloco de Esquerda que deu voz à indignação dos cidadãos. Rui Santos disse, ao JN, que "a subida dos preços começou a verificar-se desde que a AdIN entrou em funcionamento". "Há munícipes que pagavam 12 euros por mês e já receberam faturas de mais de 100 euros", precisou, acrescentando que "a companhia tem justificado com acertos e que futuramente será tudo resolvido".

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG