O Jogo ao Vivo

Premium

Finanças ainda não estão a multar quem não paga transportes

Finanças ainda não estão a multar quem não paga transportes

As Finanças ainda não cobram as multas dos transportes públicos, apesar de o Governo ter reforçado, há um ano, o papel da Autoridade Tributária na cobrança coerciva das coimas.

Os autos não estão a chegar ao Fisco, porque a plataforma do Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT) que centralizará todas as coimas não se encontra operacional. O IMT garante que a construção do sistema está em fase final, mas não indica uma data para a entrada em vigor.

O incumprimento não esmoreceu e a maioria dos infratores viaja sem pagar (ler caixa). Entre janeiro e outubro deste ano, os quatro principais operadores públicos das áreas metropolitanas do Porto e de Lisboa - Carris, Sociedade dos Transportes Coletivos do Porto (STCP), Metro do Porto e Metropolitano de Lisboa - passaram mais de 63 mil multas. Na STCP e no Metro de Lisboa, o número de contraordenações está em linha com o do ano passado. Já na Carris e no Metro do Porto, os fiscais apanharam mais utentes em infração.