O Jogo ao Vivo

dívida pública

Finlândia pode travar ajuda mas Governo espera que prevaleça o "bom senso"

Finlândia pode travar ajuda mas Governo espera que prevaleça o "bom senso"

O Governo está acompanhar a possibilidade da Finlândia inviabilizar a ajuda externa a Portugal, mas espera que prevaleça "o bom senso" porque a situação exige "uma resposta concertada" europeia.

Questionado no final da reunião do Conselho de Ministros sobre a possibilidade do Parlamento finlandês vir a inviabilizar a ajuda externa a Portugal, o ministro da Presidência, Pedro Silva Pereira, admitiu que "o Governo português acompanha as notícias sobre essa matéria".

Pedro Silva Pereira lembrou ainda que a Finlândia vive neste momento "um período de disputa eleitoral onde esta é uma das temáticas presentes", sublinhando que o Governo português mantém aquilo que sempre disse.

"A situação que se verifica nos mercados financeiros de dívida soberana exige uma resposta concertada da Europa e em particular dos países da moeda única. Se não houver esse espírito de solidariedade na construção de uma resposta integrada da Europa a esta situação, então é o próprio projecto europeu que tem a perder", frisou, acrescentando que o executivo espera que "nessa matéria o bom senso venha a prevalecer".

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG