O Jogo ao Vivo

Saúde

FNAM só espera mais duas semanas por reunião com Pizarro

FNAM só espera mais duas semanas por reunião com Pizarro

A Federação Nacional dos Médicos (FNAM) reuniu este sábado o seu conselho nacional para responder com brevidade à "aparente tentativa de procrastinação das negociações" com o Ministério da Saúde, decididas em agosto de 2022. Ficou decidido, então, que aguardarão até duas semanas pela convocação de uma nova reunião negocial pelo novo ministro da Saúde, Manuel Pizarro, assinalou, em declaração ao JN, Noel Carrilho, presidente da FNAM.

Do encontro de ontem saíram outras posições, nomeadamente sobre a medida do Ministério da Saúde para suprir a falta de clínicos nos centros de saúde. O dirigente sindical disse ter sido aprovada uma moção, na qual destaca, entre as exigências impostas, a"emergência imediata de revogar o diploma mal instituído que permite médicos sem especialidade exercer funções equiparadas às de médico de família".

Esteve, ainda, em análise a mudança da equipa ministerial, a aprovação do Estatuto do SNS e o anúncio da direção executiva do SNS, liderada por Fernando Araújo.

PUB

"Obviamente que se criaram expectativas em torno da verdadeira abrangência da função do diretor executivo do SNS, mas a sua posição sobre a necessidade de valorizar o trabalho médico é bem conhecida", alertou Noel Carrilho, considerando que não podem esperar pelo início de funções de Fernando Araújo para que se negociem melhores condições de trabalho para os médicos do SNS, como ficou estabelecido no protocolo celebrado em agosto.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG