Exclusivo

Fundos europeus fechados na gaveta há cinco anos

Fundos europeus fechados na gaveta há cinco anos

Quase cinco anos depois de ter iniciado o atual Quadro Comunitário de Apoio, há linhas de financiamento do Portugal 2020 que ainda não abriram, devido à mudança de sistema informático.

Os atrasos afetam empresas, que desesperam por respostas a candidaturas, e instituições, que aguardam há anos pelo pagamento dos reembolsos. Há quem esteja a dever seis meses de salários a formadores. Os fundos comunitários retidos ascendem a vários milhões de euros.

Estes constrangimentos devem-se à incapacidade de resposta do atual sistema informático, que teve de ser adaptado a 10 programas operacionais, cada um com diversas ramificações. A falta de recursos humanos e a contratação de pessoas sem experiência contribuíram para se atingir um estado "caótico", embora já existam candidaturas aprovadas com alguma execução.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG