Pedro Passos Coelho

Gabinetes de Costa e Passos em silêncio sobre reunião no parlamento

Gabinetes de Costa e Passos em silêncio sobre reunião no parlamento

Os gabinetes do primeiro-ministro e do presidente do PSD estão em silêncio sobre o teor da reunião que António Costa e Pedro Passos Coelho tiveram, esta sexta-feira, na Assembleia da República.

A reunião durou cerca de meia hora e decorreu no gabinete do líder social-democrata no parlamento, depois do debate quinzenal na Assembleia da República, enquanto no plenário decorriam as votações regimentais.

O debate quinzenal desta sexta-feira foi aberto pelo presidente do PSD, que confrontou o primeiro-ministro com questões sobre a situação financeira do país, designadamente com a projetada redução do défice estrutural em 2016.

Outras questões objeto de debate e de divergência entre Passos Coelho e António Costa relacionaram-se com a situação do Banif e com a recente solução encontrada pelo Banco de Portugal para a recapitalização do Novo Banco, tendo como base a transferência de obrigações seniores para o Banco Espírito Santo (BES).

Pedro Passos Coelho insurgiu-se contra as "críticas externas" feitas por membros do executivo a esta solução encontrada pelo Banco de Portugal, mas António Costa reiterou essas críticas ao banco central nacional, classificando a decisão tomada como "péssima" para a confiança dos mercados no sistema

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG