24.12.2017

Natal

Marcelo cumpriu ritual e foi à ginjinha do Barreiro antes da consoada

Marcelo cumpriu ritual e foi à ginjinha do Barreiro antes da consoada

Ao fim da manhã de domingo, o Presidente da República já tinha dito que ia beber uma ginjinha ao Barreiro, repetindo a experiência do ano passado.

No Barreiro, durante quase hora e meia, Marcelo foi interpelado por dezenas de pessoas que o queriam cumprimentar e tirar as já famosas "selfies" com o Presidente.

O Presidente da República, que no ano passado veio conhecer pela primeira vez a tradição de muitos populares do Barreiro de beberem uma ginjinha antes do jantar de Natal, confessou "ter ficado seduzido" por não conhecer outro ponto do país onde se prepare desta forma a consoada.

"Assim esteja vivo e de boa saúde e nos próximos anos cá estarei em 2018, 2019 e 2020", prometeu, referindo-se aos anos que ainda lhe faltam cumprir de mandato presidencial.

Do Barreiro, o chefe de Estado seguirá para um jantar em família e partirá ainda durante a noite para Pedrógão Grande (distrito de Leiria), onde irá passar o dia de Natal, entre alguns dos que perderam familiares nos incêndios de junho.

Questionado sobre que mensagem de Natal gostaria de deixar aos portugueses, Marcelo salientou que lhe caberá falar no Ano Novo e que, nesta quadra, é o primeiro-ministro, António Costa, quem se dirige aos portugueses.

"O que sinto como pessoa é que esta é uma noite muito especial, uma noite de família, de paz, de solidariedade e de amor", afirmou, defendendo que esta quadra é propícia a pensar nos que "estão distantes fisicamente e na sua alma".

"É uma noite em que naturalmente nos sentimos muitos próximos, muito juntos", afirmou.

Alguns aplausos e ovações a Marcelo marcaram o final da véspera de Natal do Presidente da República, que se deslocou ao Barreiro apenas acompanhado de seguranças.

O percurso, curto, terminou na Tasca Galega, uma das mais emblemáticas, onde havia quem esperasse o Presidente desde as 15.30 horas.

Apesar de já ter bebido algumas ginjinhas que lhe iam sendo oferecidas por populares na rua, foi nesta Tasca que o chefe de Estado deixou o brinde: "Feliz Natal para todos os portugueses, os que servem Portugal, tanto os que estão cá como lá fora".

ver mais vídeos