24.03.2017

Comboios

Veja como ficou o Alfa Pendular depois de renovado

Veja como ficou o Alfa Pendular depois de renovado

O primeiro Alfa Pendular remodelado começa a circular esta sexta-feira e até ao final do ano deverão estar concluídos "mais três ou quatro" de um total de dez comboios que serão objeto de um investimento de 18 milhões de euros.

"Este ano esperamos concluir mais três ou quatro [comboios] e depois será a um ritmo de três por ano", disse o ministro do Planeamento e Infraestruturas, Pedro Marques, na cerimónia de apresentação do primeiro Alfa Pendular remodelado, na estação de Santa Apolónia, em Lisboa.

Em declarações aos jornalistas, o governante destacou que esta primeira intervenção, cujo prazo de conclusão derrapou alguns meses, "houve uma dimensão de aprendizagem" e que "agora vai andar mais depressa".

Já no início do ano, a Empresa de Manutenção de Equipamento Ferroviário (EMEF), do grupo CP, tinha justificado o atraso na remodelação do primeiro Alfa Pendular com a necessidade de implementar novos processos.

Pedro Marques falava na Estação de Santa Apolónia em Lisboa, minutos após a chegada à plataforma do primeiro comboio renovado com cerca de 60 trabalhadores da EMEF a bordo, o núcleo duro que participou nos trabalhos de renovação.

O primeiro Alfa Pendular renovado faz também hoje a sua primeira viagem comercial, partindo às 16 horas de Lisboa rumo a Braga.

O presidente da CP e da EMEF, Manuel Queiró, disse que "a remodelação vai ser paga pela própria operação", sendo o investimento realizado "muito rentável".

"Há todo um esforço de remodelação, interior, exterior e de mecânica. A estética é inteiramente nova", afirmou Manuel Queiró, acrescentando que se tratou de uma "remodelação completa" e "ao gosto dos clientes", uma vez que os passageiros foram auscultados durante o processo.

A nova geração dos comboios Alfa Pendular consiste na remodelação total de 10 comboios da frota, num investimento de 18 milhões de euros.

Conteúdo Patrocinado