03.09.2021

Fotogaleria

Mais lotação mas as mesmas regras. Imagens da abertura da Festa do Avante!

Mais lotação mas as mesmas regras. Imagens da abertura da Festa do Avante!

A 45.ª edição da Festa do Avante! abriu portas esta sexta-feira, em ano do centenário do PCP e sob as regras sanitárias exigidas pela pandemia pelo segundo ano consecutivo.

A rentrée política comunista vai contar, até domingo, com mais de 60 debates na Festa do Avante!, na Quinta da Atalaia, no Seixal (distrito de Setúbal).

Este ano repetem-se as medidas decretadas em 2020 para prevenir a propagação do SARS-CoV-2, mas a lotação foi aumentada para 40 mil, mais 23 mil do que no ano passado, e regressam atividades, como, por exemplo, as desportivas e o Espaço Criança.

Pelas 14.30 horas de sábado, vai decorrer o debate "100 anos de luta no mundo", no Espaço Internacional, e às 15 horas realiza-se o debate "Centenário do Partido Comunista Português: Liberdade, Democracia, Socialismo. O futuro tem partido", no Espaço Central, e que contará com a participação dos membros da Comissão Política do Comité Central do PCP Manuel Rodrigues e Ricardo Costa.

No domingo, pelas 11.30 horas, a contemporaneidade do panorama político vai ser a temática do debate "Portugal em 2021 e a intervenção do PCP na luta por uma vida melhor", que vai contar com a participação dos elementos da Comissão Política comunista João Oliveira, que é também o líder do grupo parlamentar, Vasco Cardoso, Fernanda Mateus e Dias Coelho. Às 13.30 horas, o debate "O Futuro tem Partido", na Cidade da Juventude, vai abordar a participação jovem na política.

A defesa dos direitos laborais, uma das bandeiras de génese do partido, também vai ser discutida, no sábado, através dos debates "Contra a exploração, os mesmos direitos", às 11 horas no Pavilhão dos Imigrantes, "É só blá blá e trabalho com direitos não há", às 11.30 horas na Cidade da Juventude, "Igualdade no trabalho e na vida: Os caminhos necessários" e também "Combater a exploração e a manipulação: Valorizar o trabalhos e os trabalhadores", às 18 horas, no Pavilhão da Mulher e no Espaço Central, respetivamente.

As intervenções militares internacionais e das Forças Armadas de Portugal serão o repto para os debates, no sábado, "Por uma Europa de cooperação e paz. Não à NATO", pelas 18 horas no Espaço Internacional, e no domingo, "Forças Armadas e independência Nacional", às 11.30 horas, no Espaço Central da rentrée comunista na Quinta da Atalaia.

Também no domingo estão previstas conversas com a União de Resistentes Antifascistas Portugueses, a propósito da apresentação no sábado do livro "Elas estiveram nas Prisões do Fascismo", pelas 14 horas, e uma hora mais tarde com a Associação para o Desenvolvimento das Mulheres Ciganas, pelas 15 horas. Ambas vão decorrer no Pavilhão da Mulher.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG