25.04.2018

25 de Abril

O Zé Povinho saiu à rua com cravos em Lisboa e no Porto

O Zé Povinho saiu à rua com cravos em Lisboa e no Porto

Milhares de pessoas de todas as gerações participaram, esta quarta-feira à tarde, nos tradicionais desfiles populares do 25 de Abril, em Lisboa e no Porto, para assinalarem os 44 anos da Revolução dos Cravos.

Em Lisboa, a marcha juntou, pela primeira vez, polícias e militares em protesto pelo congelamento das carreiras. A liderar o desfile da capital, que saiu do Marquês de Pombal por volta das 15.45 horas rumo ao Rossio, esteve a chaimite da Associação 25 de Abril, organizadora da iniciativa. Além do secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa e da coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, esteve também presente no desfile popular o ex-ministro das Finanças grego, Yanis Varoufakis.

Ao som de músicas de intervenção como Grândola Vila Morena, os participantes gritaram palavras de ordem como "Fascismo nunca mais, 25 de Abril sempre" e "Abril está na rua, a luta continua", entre bandeiras de sindicatos e partidos e cartazes feitos por cidadãos que participaram nas iniciativas.

No Porto, a parada saiu do Museu Militar, na Rua do Heroísmo, e terminou na Avenida dos Aliados, com dois momentos musicais: às 15 horas, a atuação de Caruma e, uma hora mais tarde, o concerto de Pedro Mestre, intitulado "Campaniça do Despique" e que incluiu um coro de Cante Alentejano.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG