Pandemia

Galiza espera resposta à oferta de ajuda a Portugal

Galiza espera resposta à oferta de ajuda a Portugal

O presidente da Junta da Galiza, Alberto Nuñez Feijóo, confirmou esta sexta-feira ter disponibilizado ajuda a Portugal no combate à covid-19, nomeadamente com camas, assistência hospitalar e profissionais de saúde do hospital Álvaro Cunqueiro, a principal unidade hospitalar de Vigo.

Alberto Nuñez Feijóo declarou que, face às notícias sobre a chegada de ajuda internacional a território português, tomou a iniciativa de contactar o embaixador luso em Espanha.

"Informei que estamos à disposição em caso de necessidade de alguma ajuda. Imediatamente o coordenador da covid-19 entrou em contacto com o Conselho de Sanidade e acordaram de, nas próximas horas ou nos próximos dias, concretizar que tipo de ajuda necessitam", explicou o presidente galego.

PUB

"Nós próprios, estivemos nos últimos dias a analisar a possibilidade de oferecer a Portugal camas e assistência hospitalar no hospital Álvaro Cunqueiro (Vigo) a pacientes oriundos do Norte de Portugal, nomeadamente, das zonas de Caminha, Viana do Castelo, etc", acrescentou.

"Uma vez que Portugal concretize o que necessita, daremos resposta de forma imediata", garantiu, em declarações num vídeo publicado pela Junta da Galiza.

Alberto Nuñez Feijóo refere ainda que, depois da resposta do Governo português, e antes de se concretizar qualquer tipo de ajuda, irá comunicá-la ao Governo central de Espanha e à embaixada portuguesa em Madrid.

O setor da saúde é da competência de cada uma das 17 comunidades autónomas espanholas, mas tudo o que tem a ver com a ajuda internacional passa pelo Governo central, em Madrid.

Portugal já recebeu ofertas de apoio da parte da Áustria, para receber doentes com covid-19 no seu território, e a Alemanha já enviou na quarta-feira para Lisboa uma equipa de profissionais de saúde militares.

O Governo regional da Extremadura, outra das comunidades espanholas que fazem fronteira com Portugal, também já ofereceu ajuda através do Ministério da Saúde espanhol, perante a difícil situação sanitária que atravessa o país vizinho, revelou na passada terça-feira o conselheiro regional para a Saúde desta região, José María Vergeles.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG