Premium

GNR chamada a intervir em praias fluviais com lotação esgotada

GNR chamada a intervir em praias fluviais com lotação esgotada

Banhistas que não têm lugar nas praias nem sempre entendem os limites de capacidade que é preciso cumprir por causa da pandemia.

Há praias fluviais que esgotam ainda durante a manhã a capacidade temporária imposta por lei para prevenir a disseminação da covid-19. Quem não consegue aceder protesta. A GNR é obrigada a intervir para acalmar os ânimos.

As maiores enchentes ocorrem ao fim de semana. Nas praias da albufeira do Azibo, em Macedo de Cavaleiros, a capacidade permitida é de 1700 banhistas para a da Ribeira e de 1600 para a da Pegada. A primeira, no domingo passado "às 11 horas já tinha atingido o limite", diz o vereador Rui Vilarinho.