Vacinação

Gouveia e Melo diz que voltar à task force seria mau para o sistema

Gouveia e Melo diz que voltar à task force seria mau para o sistema

O ex-coordenador da task force do processo de vacinação contra a covid-19, Henrique Gouveia e Melo, considera que o seu regresso à coordenação seria mau para o sistema e um sinal que o país não teria aprendido nada.

Gouveia e Melo falou esta quarta-feira na cerimónia do Dia da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra, que decorreu no Pólo III da instituição.

Embora afirme, enquanto militar, estar sempre disponível para ajudar o país, entende que o processo atual deve ser feito por quem está. "Estarei sempre disponível enquanto militar, mas gostaria de ver a nossa sociedade a andar para a frente de outra forma: sem nenhum Sebastião, porque Sebastião é cada um de nós", sublinha. Completa ainda que o seu papel "foi ajudar a colocar um penso rápido e, agora, temos de viver sem eles".

Sobre o aumento dos números, em Portugal e na Europa, o vice-almirante apela a decisões com base em mais informações. "Na Alemanha há 18 milhões de pessoas que não quiseram ser vacinadas. São dois Portugais. Em Portugal é preciso saber quem está a ser infetado e quem está a morrer. E desses, quantos foram vacinados", entende.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG