MAI

Governo decide não prolongar situação de alerta devido aos incêndios

Governo decide não prolongar situação de alerta devido aos incêndios

O ministro da Administração Interna, José Luís Carneiro, anunciou esta segunda-feira que, tendo em conta a previsão de melhoria das condições meteorológicas no país, o Governo decidiu não prolongar a situação de alerta, atualmente em vigor, para além de terça-feira.

A decisão, motivada por um "quadro de melhoria significativa" das condições meteorológicas, foi comunicada depois de uma reunião na sede da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) para a avaliação das medidas em vigor.

"Em função deste quadro de melhoria significativa a partir de quarta-feira das condições meteorológicas, entendemos que era possível aliviar as restrições associadas ao perigo de incêndios rurais e decidimos, por isso, não prolongar a situação de alerta para além das 24 horas do dia de amanhã [terça-feira]", disse José Luís Carneiro em conferência de imprensa.

PUB

Apesar de justificar a decisão com o regresso a um "quadro regular de verão, pese embora o quadro conhecido de todos de seca severa e seca extrema", o governante reconheceu que "a situação continua a exigir especiais cuidados". O país manterá, por isso, 16 distritos em alerta laranja na terça-feira e cinco na quarta-feira.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG