O Jogo ao Vivo

Nacional

Governo desmente investigação da "secreta" a Bernardo Bairrão

Governo desmente investigação da "secreta" a Bernardo Bairrão

O Governo divulgou este sábado uma nota a desmentir que tenha recolhido ou mandado recolher junto dos serviços secretos informações sobre o ex-administrador da TVI Bernardo Bairrão.

Numa nota enviada à Agência Lusa assinada pelo ministro-adjunto e dos Assuntos Parlamentares, Miguel Relvas, o governo "desmente categoricamente" que tenha "recolhido - ou promovido que se recolhesse - informações junto dos Serviços de Informação" sobre Bernardo Bairrão.

Contactado o director do Expresso, Ricardo Costa, que também assina o texto, este afirmou à Lusa que o jornal "mantém tudo o que está na notícia", escrita com base numa investigação desenvolvida pelo jornal "ao longo de 15 dias".

O texto refere que o pedido de informação partiu do próprio primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, que quis tirar a limpo alegados negócios de Bairrão em Angola e no Brasil.

Segundo o Expresso, o pedido do primeiro-ministro foi feito quando Bernardo Bairrão ainda constava da lista de secretários de Estado do governo que estava a ser formado.

Apesar de o relatório dos serviços secretos ter sido "pouco conclusivo" o primeiro-ministro terá optado por retirar Bernardo Bairrão da lista, indica ainda o jornal.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG