Nacional

Governo garante poder pagar salários aos militares

Governo garante poder pagar salários aos militares

O secretário de Estado da Defesa, Marcos Perestrelo, garantiu, esta quinta-feira, dinheiro para pagamento de salários aos militares e desvalorizou as notícias que dão conta de um défice de 223 milhões de euros nas Forças Armadas.

"As notícias hoje vinculadas não correspondem ao que se passa nas Forças Armadas (FA)", disse o secretário de Estado, no Ministério da Defesa Nacional.

Marcos Perestrelo reagiu, assim, à notícia difundida pelo "Correio da Manhã", segundo a qual faltam 223 milhões de euros até ao fim do ano, defendendo que o "orçamento da Defesa tem sido caracterizado, ao longo dos últimos anos, por alarmes e noticias que dizem não haver dinheiro para pagar vencimentos".

"As FA pautam por um grande rigor, e o orçamento para este ano é caracterizado por um orçamento muito exigente", o que requer "um acompanhamento ao dia e ao euro", que "garanta uma boa execução orçamental", reforçou o representante da tutela.

O Governo, "este ano e à semelhança de anos anteriores, garante o dinheiro para pagamento de vencimentos, como tem sido" hábito, pelo que "este tipo de notícias, que visam destabilizar as FA, têm que ser claramente desmentidas", disse.

Durante o primeiro trimestre "foram cumpridas todas as obrigações, sem recurso a qualquer financiamento extraordinário", previsto na lei, acrescentou o secretário de Estado.

"Este ano foram tomadas medidas adicionais na contenção da despesa", como a "redução de três mil efectivos nas FA", que decorre "conforme planeado, houve uma redução significativa dos montantes dos vencimentos e dos suplementos que os militares auferem", exemplificou.

"Os militares estão a colaborar no esforço colectivo que a nação está a fazer para repor as contas públicas em ordem, e qualquer notícia desta natureza corresponde alarme que não faz qualquer sentido, concluiu Marcos Perestrello.

Outros Artigos Recomendados