Premium

Governo não abre sala para cardíacos e fiscaliza mecenas

Governo não abre sala para cardíacos e fiscaliza mecenas

A Assembleia Municipal de Guimarães aprovou por unanimidade, sexta-feira à noite, uma moção que insta a ministra da Saúde, Marta Temido, "a autorizar a entrada em funcionamento do laboratório de hemodinâmica" do Hospital de Guimarães, que espera há mais de um ano por autorização para a abrir.

A sala, essencial para salvar vidas ou evitar lesões graves em doentes do foro cardíaco, foi paga por mecenas mas espera autorização da Administração Regional de Saúde do Norte. Sabe-se, agora, que em vez de determinar a abertura da sala quando ela ficou pronta, o Governo ordenou uma inspeção à Liga dos Amigos do Serviço de Cardiologia pela Inspeção-Geral das Atividades em Saúde.

A Liga dos Amigos reúne grande parte dos cidadãos e entidades que financiaram os 2,5 milhões de euros que a sala de hemodinâmica custou. Perante a inspeção, a Liga dos Amigos foi apanhada de surpresa e pediu esclarecimentos sobre os seus motivos, mas até hoje não obteve resposta.