Descentralização

Governo realça papel das autarquias na segurança

Governo realça papel das autarquias na segurança

O secretário de Estado das Autarquias Locais, Carlos Miguel, disse em Coimbra que a descentralização reserva aos municípios "um papel colaborativo" com as forças de segurança.

Com a descentralização de competências, "o que se pede às autarquias é que prestem ainda mais serviços" às populações, designadamente na área da segurança, defendeu Carlos Miguel.

"O que se pretende não é substituir ninguém, é colaborar, repartir esforços e conseguir sempre um melhor serviço público", acrescentou.

O secretário de Estado das Autarquias Locais intervinha na abertura de uma conferência sobre segurança urbana, que decorre até sábado, na antiga igreja do Convento São Francisco, em que também usou da palavra o autarca socialista Manuel Machado, na qualidade de presidente da Associação Nacional de Municípios Portugueses.

Carlos Miguel frisou que a colaboração entre as autarquias e as forças de segurança permitirá a Portugal "continuar a ser um dos países mais seguros do mundo".

"É na partilha que está o nosso ganho", também nas questões da segurança, o que "exige de cada um grande esforço de colaboração", afirmou, perante uma assistência em que preponderam membros das diferentes forças policiais.

As conclusões da conferência, no sábado, são apresentadas pela secretária de Estado adjunta e da Administração Interna, Isabel Oneto, que assistiu à abertura dos trabalhos na tarde de hoje.

PUB

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, preside à sessão de encerramento.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG