Exclusivo

Governo de Costa sem "estado de graça" após sete anos

Governo de Costa sem "estado de graça" após sete anos

Cumpridos sete anos de Governo sob a liderança de António Costa, o desgaste é inevitável e agrava-se com a extensa lista de polémicas envolvendo membros do Executivo, incluindo o primeiro-ministro. Chegados a novo mandato, agora com uma maioria que dispensa a geringonça, a Oposição critica a falta de diálogo. O politólogo André Freire concorda perante a "grande sobranceria" da maioria absoluta. E nota a "ausência de estado de graça" de uma governação que já vai longa. Apesar dos avisos de Marcelo Rebelo de Sousa, crê que não tem exercido o contrapeso devido.

Quando o PS e a Oposição trocam acusações sobre o uso do "rolo compressor" para chumbar propostas, o Executivo aprovou o seu Orçamento do Estado (OE) para 2023 com poucas cedências e privilegiando o Livre e o PAN. O pano de fundo deste OE volta a ser a crise. Uma gestão difícil para um Governo já comparado ao de Passos Coelho no tempo da troika pela perda de rendimentos.

Mais tempo no cargo

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG