Saúde

Grávida perde bebé às 40 semanas após várias idas à Urgência de Aveiro

Grávida perde bebé às 40 semanas após várias idas à Urgência de Aveiro

Uma mulher grávida, de 24 anos, perdeu o bebé às 40 semanas de gestação, no sábado, no Hospital de Aveiro, que integra o Centro Hospitalar do Baixo Vouga (CHBV).

Nas últimas semanas, Thainá tinha ido cerca de uma dezena de vezes às urgências, com queixas de dores e falta de ar, acabando por ficar internada, na quarta-feira da semana passada, após lhe ter sido diagnosticada uma pneumonia. Agora, acusa o hospital de negligência e diz que vai avançar com um processo em tribunal contra o mesmo, pois não entende porque é que "nada foi feito" para salvar a filha.

A cesariana estava marcada para ontem, segunda-feira. Mas não chegou a acontecer, pois no sábado, às 23 horas, a grávida foi informada por um médico que a filha tinha morrido, ainda na sua barriga. "Às 15 horas, a bebé ainda estava viva. Às 23 horas, o médico disse-me que já não estava. Vamos avançar com um processo contra o hospital, mas nada ameniza a minha dor", adiantou a jovem, desolada, ao JN.

Em comunicado, o Conselho de Administração do CHBV garantiu que vai averiguar o sucedido, mas diz que, "uma primeira auditoria aponta para que todos os procedimentos adotados tenham sido corretos". Além disso, endereçou "os mais sentidos pêsames" à família e adiantou que já disponibilizou a Thainá apoio psicológico.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG