Pandemia

Há quatro meses que não havia um número tão alto de mortes

Há quatro meses que não havia um número tão alto de mortes

Portugal regista, esta quinta-feira, 3622 casos de covid-19 e 16 mortes associadas à doença. O número de internados diminuiu, mas o número de pacientes em cuidados intensivos aumentou.

Depois de ter registado 4376 novos casos de covid-19 na quarta-feira, o número mais alto desde fevereiro, Portugal conta agora com mais 3622 infeções, num dia com 16 mortes por covid-19. Não havia tantas mortes desde 22 de março, quando foram registados também 16 óbitos.

De acordo com o boletim epidemiológico divulgado esta quinta-feira pela Direção-Geral da Saúde (DGS), em termos de regiões, Lisboa e Vale do Tejo é a zona do país que regista mais novos casos: 1606. Segue-se o Norte (mais 1314), Algarve (335), Centro (218), Alentejo (71), Açores (45) e Madeira (33).

Nos hospitais, enquanto o total de internados em enfermaria diminuiu para 860 (menos sete), há mais sete camas ocupadas nas unidades de cuidados intensivos, num total de 178.

Os óbitos, cujo número não subia tanto há exatamente quatro meses, foram registados na sua maioria na região de Lisboa e Vale do Tejo (nove). Os restantes estão distribuídos pelo Norte (quatro), Algarve (dois) e Centro (um).

Das 16 vítimas mortais, dez eram homens: um tinha entre 50 e 59 anos, três encontravam-se na faixa etária entre os 70 e 79 anos e cinco tinham mais de 80 anos. Quanto às mulheres, uma tinha entre 60 e 69 anos, duas entre 70 e 79 anos e três mais de 80 anos.

PUB

Em comparação com o boletim da passada quinta-feira, 15 de julho, há uma pequena diminuição de casos: na semana passada foram notificados 3641 novos casos, mais 19 do que hoje. Quanto aos óbitos, o número aumentou de cinco para 16.

O número de internados em enfermaria, por seu lado, tinha subido em 40 e, esta semana, houve uma diminuição de sete. Nos cuidados intensivos, houve um aumento de três na semana passada - hoje, foram registados mais sete pacientes em UCI.

Do relatório desta quinta-feira, há ainda a assinalar mais 841 casos ativos nas últimas 24 horas, aumentando o total para 52988. Há também mais 1835 contactos em vigilância, num total de 81377. Já o número de recuperados aumentou para 873008, com mais 2765.

Desde o início da pandemia, em março de 2020, o país acumula um total de 17248 óbitos associados à covid-19 e 943244 infeções confirmadas pelo coronavírus SARS-CoV-2.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG