Pandemia

Há nove concelhos sem covid em Portugal. E dois com mais de três mil casos

Há nove concelhos sem covid em Portugal. E dois com mais de três mil casos

A segunda vaga de covid-19 atingiu o país, e o mundo, com uma força provavelmente difícil de prever em março, ao ponto de quase todo o território português ter sido já tocado pela doença.

Mas há exceções, nove, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS) desta segunda-feira. Desses, apenas um está naquele pedaço de terra preso à Europa por uma península: Monchique, no distrito de Faro, no Algarve.

Contas à vista, os outros oito são nas ilhas. Dois na Madeira, Porto Moniz e São Vicente, e os outros seis no arquipélago dos Açores, distribuídos por quatro ilhas. A saber: Calheta (são Jorge), Lajes das Flores e Santa Cruz das Flores, na ilha com o mesmo nome, Madalena e Lajes do Pico, na dita em que se ergue o ponto mais alto de Portugal, e a Vila do Corvo.

O "yang" deste "yin" está no continente, sem surpresa nas áreas mais industrializadas do país, a começar pela "capital do móvel", Paços de Ferreira, com 3698 casos por cada cem mil habitantes a 14 dias, dados referentes à semana de de 28 de outubro a 10 de novembro e publicados esta segunda-feira pela DGS.

Não longe, por estrada ou na rota da covid-19, fica Lousada, com 3362 casos por cem mil habitantes, com Vizela (2653) ali tão perto.

Dos seis concelhos com mais de dois mil casos por cada cem mil habitantes (dois deles com mais de três mil, como já se escreveu), o quarto mais afetado no total é Manteigas, no coração da Serra da Estrela, com 2627 infeções por incidência cumulativa a 14 dias.

PUB

Seguem-se os concelhos vizinhos, tão colados que se passa de um para o outro sem se notar, Paredes (2132) e Penafiel (2055).

Abaixo dos dois mil, mas perto, outro polo industrial do país, Guimarães, regista uma taxa de incidência de 1886 casos. Seguem-se Felgueiras, ao perto, com 1719, e Vila Nova de Famalicão, com 1349, completando os nove mais afetados pela pandemia. Só para fazer o contraponto com os nove "limpos" de covid.

As duas cidades mais populosas do país, Lisboa e Porto, estão em pontos distantes na lista dos concelhos mais afetados. Na capital, estão registados 576 casos por cem mil habitantes, enquanto na Invicta, em tempos conhecida como "a cidade do trabalho", são o dobro: 1149, entre vários concelhos com mais de mil casos à data de 10 de novembro, segundo dados da DGS.

Outras Notícias