Balanço

Ministra confirma que casos de Covid-19 devem aumentar até final de abril

Ministra confirma que casos de Covid-19 devem aumentar até final de abril

A ministra da Saúde confirma que há 18 casos em cuidados intensivos e oito deles estão em estado crítico. A curva ascendente da epidemia deverá aumentar até final de abril.

Marta Temido esclareceu em conferência de imprensa ainda que haverá medidas excecionais para os pais que sejam profissionais de saúde e tenham de ficar com os filhos em casa.

A ministra da Saúde, acompanhada da diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, agradeceu ainda a solidariedade que os portugueses têm demonstrado pelos profissionais de saúde, nomeadamente este sábado à noite quando os aplaudiram desde as varandas de casa.

Da mesma forma, a governante estendeu o agradecimento a todos os que se mostraram disponíveis para para reforçar o Sistema Nacional de Saúde (SNS) e para fornecer equipamento de proteção individual. "Todos somos poucos para curar o Covid-19", acrescentou Marta Temido.

Graça Freitas esclareceu que este domingo era um "dia diferente porque a sociedade está a organizar-se" para o combate ao surto do novo coronavírus.

Profissionais de saúde infetados

A diretora-geral da Saúde quis esclarecer que o número de profissionais de saúde infetados com Covid-19 não foram todos infetados em ambiente hospitalar. "Nós temos um grupo de sete que se infetaram fora do ambiente hospitalar. Há aqui duas circunstâncias totalmente diferentes: profissionais que se infetam no âmbito da sua atividade e profissionais que se infetam no âmbito da sua vida social. Temos que distinguir estas duas características", afirmou.

Porém, Graça Freitas e Marta Temido não confirmaram os números avançados pelo Sindicato Independente dos Médicos, que dava conta de haver mais de 50 médicos infetados e mais de 150 em quarentena. A ministra da Saúde disse que não há "os números desagregados por grupos profissionais".

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG