A380

Hi Fly deixa de operar o maior avião de passageiros do mundo

Hi Fly deixa de operar o maior avião de passageiros do mundo

A companhia aérea Hi Fly vai deixar de operar, no final deste ano, o Airbus A380, o maior avião de passageiros do mundo. As razões estão ligadas à escassa procura devido à pandemia de covid-19.

A decisão de não prolongar o período de aluguer inicialmente estabelecido, "depois de quase três anos de operações bem-sucedidas em todo o mundo", fica a dever-se, explicou a Hi Fly no Facebook, "à diminuição da procura de aviões muito grandes".

Segundo a companhia de Paulo Mirpuri, o Airbus A380 será substituído por "um avião menor e mais adequado às atuais condições de mercado", o Airbus A330.

Um ano depois de estar a operar em Portugal, o A380 da Hi Fly, o 9H-MIP "Salve os Recifes de Coral" - que tem capacidade para 471 passageiros repartidos por três classes ou 800 em classe económica - sofreu uma adaptação tendo em conta a realidade do pós-pandemia, tendo sido transformado num avião com maior potencial de carga de mercadorias.

Incluindo a Hi Fly, apenas 15 companhias aéreas em todo o mundo operam o A380. Em Portugal, dadas as suas grandes dimensões, o "Rei dos Céus" só aterra nas pistas da Base Aérea 11, em Beja, estacionando depois na placa do Terminal Civil Aeronáutico (TCABeja).

Tributo ao A380

Na página de Facebook, a Hi Fly desafiou os internautas a partilharem uma mensagem de homenagem ao A380. "Com histórias, fotos, colagem, obras de arte, mãos manchada de tinta ... o céu é literalmente o limite", escreveu a companhia aérea portuguesa, garantindo que "todas as mensagens serão exibidas no mural A380", que vai ser publico até ao último dia da presença do avião ao serviço da Hi Fly.

PUB

Primeira aterragem

O Airbus A380 da Hi Fly aterrou pela primeira vez em solo português às 16,57 horas do dia 23 de julho de 2018, sem qualquer problema e depois de uma "volta de apresentação" sobre a cidade de Beja.

Apesar de só transportar a tripulação, milhares de pessoas concentraram-se em redor da pista da BA11 e da placa do Terminal para verem o maior avião de passageiros do mundo, um momento que se acreditava histórico para a vida do TCABeja e para a região.

O avião foi pintado com os desenhos de uma campanha em defesa dos recifes de coral, cujo nome adotou "Salve os Recifes de Coral".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG